Critica: "Revenge" - 4ª Temporada


Revenge foi uma série que teve um sucesso muito grande aqui no Brasil. Desde a exibição da série no Canal Sony, no final de 2011, a fama do programa mais vingativo dos últimos anos só aumentou. Como sempre, a audiência de outros países não é considerada quando decidem cancelar uma série, e Revenge foi mais uma vitima do cancelamento precoce. Quando a série estava voltando a mostrar uma qualidade excelente, igual a primeira temporada maravilhosa que tivemos, eles não deram uma segunda chance para a série, e a mesma veio à óbito. 

O grande erro desta temporada foi o retorno do David Clarke. Após o final bombástico da terceira temporada, o mundo todo - até mesmo as pessoas que pararam de acompanhar a série - voltaram para ver a reação dos personagens com o retorno do pai de Amanda, mas eles demoraram sete episódios para mostrar um encontro entre os dois. Até mesmo os fãs já estavam cansados de tanta ladainha e pouca historia, imagine as pessoas que tentaram dar mais uma chance para a série... Um erro gigantesco, que poderia ter sido evitado. 

Após a pausa de Natal, estava claro que Revenge estava chegando em seus últimos momentos. Os personagens estavam finalizando seus arcos, e novos arcos não estavam sendo abertos. Apenas Nolan teve um novo arco nesta segunda parte da temporada, mas ele não foi aproveitado. Até mesmo os novos personagens da série, como a maravilhosa Louise Ellis, não tiveram nenhum fundamento para esta temporada. Infelizmente, Revenge não soube aproveitar muito bem sua ultima temporada, quando falamos de personagens. 

Mas e as vinganças? Elas não aconteceram? Bem, ao contrário do que vimos na primeira e na segunda temporada, onde tivemos a apresentação de vários antagonistas que foram vingados pela Emily, grande parte desta temporada gira em torno somente da briga épica de Emily e Victoria. Mas mesmo assim, os roteiristas conseguiram dar algumas pequenas importância aos coadjuvantes antagonistas, e eles conseguiram ser bons alvos para Emily. Nos últimos cinco episódios da série, o foco muda de posição: Emily só quer um final feliz. 

Não nego que os últimos episódios desta temporada foram excelentes. Desde o momento em que Emily Thorne revelou ao mundo ser Amanda Clarke, a série voltou aos eixos e conseguiu dar um final digno da série. O episódio 20 - diga-se de passagem que foi o melhor da temporada - respeitou completamente os fãs da série, e deu a todos um dos momentos mais chocantes de toda a série. O resto da temporada continuou excelente, até o final digno de lágrimas que foi apresentado ao público. 

É totalmente aceito que alguns personagens ficaram sem um final claramente dito no ultimo episódio. Eles tiveram apenas uma semana para planejar uma nova edição ao episódio, e dar um final digno para a nossa Amanda Clarke. Revenge teve uma primeira e segunda temporada excelentes, mas perdeu o ritmo e o foco na terceira temporada. Mesmo assim, a quarta temporada da série engata e trás aos fãs um final lindo, bem produzido e claramente improvisado. Vale a tentativa de dar aos fãs algo que todos esperavam: um final. 

Nota: 3/5 Estrelas
Critica: "Revenge" - 4ª Temporada Critica: "Revenge" - 4ª Temporada Reviewed by Maurício Junio on 10:14:00 Rating: 5

Comente com o Facebook:

Tecnologia do Blogger.