Critica: "O Pequeno Príncipe"


Antes de mais nada, gostaria de dizer que O Pequeno Príncipe não altera os fatos do livro de Antoine de Saint-Exupéry, ele apenas acrescenta e complementa o filme. Ao pensar que um livro de apenas 90 páginas não daria um bom filme, Mark Osborne fez o certo em adicionar conteúdo no filme, novos personagens e novas tramas, deixando a história ainda mais emocionante. É bem ai que O Pequeno Príncipe acerta em cheio: ele diverte as crianças e emociona os adultos com a filosofia já conhecida no livro.

"Era uma vez um pequeno príncipe que vivia em um planeta um pouco maior que ele"; é desta forma que o filme começa, com animações em 3D recheando a tela, com uma fotografia bem animada e colorida. Após apresentar rapidamente o filme, temos o tão conhecido logo do filme, cheio das ilustrações originais de Exupéry na tela. É de se emocionar com esta homenagem ao clássico, e em cada minuto que se passa, as lagrimas caem cada vez mais. 

A história gira em torno de uma garota - que não tem seu nome citado em nenhum momento. Ela e sua mãe se prepararam durante semanas para um teste numa consagrada escola. Mas no momento do teste elas se complicam e acabam sendo reprovadas. Sendo assim, sua mãe prepara um grande plano para que ela seja aprovada no próximo teste. Mas a garota se atrapalha após conhecer seu vizinho, meio maluquinho, O Aviador, que contará a história do pequeno príncipe. 

Ao pensar em tratar de toda a filosofia do livro, eles tinham uma pedra bem grande no caminho: as crianças. É um fato que nem todas as crianças - praticamente nenhuma - vão conseguir entender o que significa a Raposa, a Cobra ou o Príncipe. Pensando nisso, eles criaram uma bela animação, que diverte mais do que o esperado. Mesmo sendo tão divertida, a animação consegue arrancar muitas lágrimas no final da sessão. 

Tecnicamente, o filme é outro espetáculo. A fotografia colorida e os gráficos bem feitos - mesmo vindo de um orçamento bem baixo - deixam o filme ainda mais encantador. O Pequeno Príncipe é, obviamente, uma animação completa, que diverte, emociona e cativa do inicio ao fim. Para os amantes do livro, é praticamente impossível sair do cinema sem se emocionar. Para as crianças, este é um belo exemplo de animação divertida. 
Critica: "O Pequeno Príncipe" Critica: "O Pequeno Príncipe" Reviewed by Maurício Junio on 15:53:00 Rating: 5

Comente com o Facebook:

Tecnologia do Blogger.