Se você achava que não podia piorar, piorou!


São muitas as palavras necessárias para descrever toda a sensação pós-Shadowhunters. Por um lado, muita coisa é acrescentada e elas valem alguns pontos, mas infelizmente a série iniciou perdendo mais do que ganhando. Afinal, um inicio do desenvolvimento do romance de Jocelyn e do Luke não consegue bater de frente com a química ruim do elenco, o roteiro cheio de clichês e uma direção amadora e nem pontos positivos. Essa é Shadowhunters, a série que mais perde do que ganha.

Como a população mundial sabe, a série gira em torno de uma garota, Clary, que descobre que é uma Caçadora de Sombra, mistura de anjo com humano, designada desde o inicio da humanidade a proteger os mundanos de seres perigosos, como demônios, vampiros e tudo mais. Ao fazer 18 anos, ela descobre que o passado de sua mãe é mais sombrio do que o esperado e ela terá uma grande batalha pela frente.

A trama da série, mesmo sendo parecida com várias outras, é boa. Um bom roteiro seria suficiente para fazer com que a série fosse boa e realmente empolgasse. Entretanto, a maioria dos diálogos são cópias péssimas dos diálogos que funcionaram nos livros, mas que na série parecem ser amadores, artificiais e piora ainda mais a situação do elenco, que não tem nenhuma química. Falando no elenco, ele funciona bem, mas quando estão todos juntos parece piada de churrasco em família.

Tecnicamente, a série funciona. A trilha sonora tem seus momentos, mas em alguns ela é mal colocada em cena e as cenas de ação ganham uma aparência bem artificial. Os efeitos especiais são bem interessantes diante do orçamento baixo de produção da ABC Family - eles fizeram certo em arriscar pouco dinheiro em um projete que já havia falhado uma vez nos cinemas. Eles tem bons momentos e funciona bem na câmara, mas não conseguem mudar a situação da série.

Shadowhunters tem doze episódios para mudar sua situação. Agora é esperar para saber se a série vai começar um visual bem banal, artificial e mal feito e vai melhorar significantemente no futuro ou vai ficar na mesmice que causou o cancelamento de Cidade de Vidro nos cinemas em 2014 e acabou fechando a triste carreira da saga nos cinemas. Que Deus nos ouça e a série melhore, tenha um futuro belo e seja melhor do que foi apresentada hoje. Infelizmente, nada interessante foi apresentado aqui.
Se você achava que não podia piorar, piorou! Se você achava que não podia piorar, piorou! Reviewed by Maurício Junio on 12:37:00 Rating: 5

Comente com o Facebook:

Tecnologia do Blogger.