Fãs de Divergente acusam autora da série de homofobia!


Alguns fãs da saga Divergente criaram uma teoria bem interessante, mas ao mesmo tempo muito polêmica. Segundo eles, a autora da série, Veronica Roth, foi altamente homofóbica ao deixar a sexualidade dos personagens de lado. As teorias afirmam que os humanos "curados" de Chicago também foram curados da homossexualidade.

Como todos sabem, Chicago foi uma experiência feita por um grupo de pesquisidores após a guerra para tentar salvar a humanidade e iniciar um novo ciclo. Entretanto, ao observar um pouco mais a cidade com a nova geração de humanos, os fãs chegaram a conclusão que a homossexualidade foi excluída do hábito humano por ser considerada algo que destrói e corrompe o mundo.

"Nenhum dos personagens dentro de Chicago é gay, e isso é um ato horrível, já que a homossexualidade nunca atrapalhou nos hábitos de vida de ninguém, mas a religião sim. Entretanto, a religião foi mantida, mas aclamando os presidentes de cada facção. Segundo o mundo distópico de Roth, há mais coisas boas na religião, que faz apologia ao ódio e ao machismo, do que no amor", afirma a teoria.

Outros fãs, por outro lado, afirmam que a história e nem a autora é homofóbica, pois fora de Chicago também não existe personagens gays. "Talvez ela ficou com medo de fazer uma crítica maior e deixou a sexualidade de lado, mas isso não faz muito sentido, já que Tris e Quatro tem um relacionamento bem forte durante da saga", afirma o outro lado da moeda.

Mesmo com todas essas "provas" e todas as teorias, os fãs ainda não chegaram em uma conclusão. Um grupo de fãs afirma que deve ter sido uma tentativa da autora de afastar sua ideia um pouco mais de Jogos Vorazes, para evitar mais acusações de plágio. "Jogos Vorazes tem personagens coloridos em Panem. Em Divergente, talvez, Veronica Roth deixou de lado a homossexualidade para não colorir tanto a história".

Alguns personagens da série, como a Tori e até mesmo Caleb Prior, tem características de homossexualidade, mas eles nunca forma desenvolvidos. Mais algumas teorias afirmam que a saga Divergente é uma crítica a dura batalha dos homossexuais contra o governo conservador, que quer comandar as pessoas, não aceitando as diferenças.

Eles afirmam: "os Divergentes são os homossexuais do nosso mundo que, quando passam pelo teste da adolescência e descobrem sua sexualidade, acabam fugindo da felicidade e da sociedade com medo de serem mortos e banalizados pelo que não escolheram ser".

Várias teorias, não é mesmo? E você, acha que a atitude da autora foi homofóbica ou ela arregou em desenvolver um pouco mais a sexualidade humana em seus livros? Vocês concordam que os Divergentes são os gays do nosso mundo?
Fãs de Divergente acusam autora da série de homofobia! Fãs de Divergente acusam autora da série de homofobia! Reviewed by Maurício Junio on 10:06:00 Rating: 5

Comente com o Facebook:

Tecnologia do Blogger.