Autor de "13 Reasons Why" defende cenas gráficas da série!


Era esperado que o lançamento de 13 Reasons Why acarretasse uma série de polêmicas e boicotes. O mais polêmico entre os brasileiros foi o crítico Pablo Villaça, que recomendou aos seus leitores que não assistissem a nova produção original da Netflix de forma alguma. Entretanto, o autor do livro que deu origem a série, Jay Asher, defendeu as cenas gráficas da série.

ATENÇÃO, ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS!

No nono episódio desta primeira temporada, a personagem Jessica acaba bebendo demais e ficando desorientada, e foi estuprada pelo melhor amigo de seu namorado no seu quarto, mas Hannah viu tudo e não pode fazer nada.

O mesmo aconteceu com a Hannah no décimo segundo episódio, onde ela é estuprada pelo mesmo rapaz, Bryce, na banheira da casa dele durante uma festa. Se não bastasse essas duas cenas, temos uma cena crua e pesada de suicídio no décimo terceiro episódio, que finaliza esta primeira temporada.

"Algumas pessoas disseram que eram gráficas demais, mas trata-se uma coisa gráfica. É como se dissessem que não é apropriado mostrar esse tipo de coisa. Mas, se você diz que nunca pode ser mostrada, é a mesma coisa que dizer que é algo a ser escondido", disse Jay Asher em uma entrevista para o BuzzFeed News.

O autor ainda disse que a sua ideia era deixar o espectador extremamente desconfortável com as cenas. "Caso contrário, você não está na mente dela. De certa forma, é desrespeitoso dizer algo como: 'Sabemos que esse tipo de coisa acontece, mas não queremos ficar desconfortável'".

Para finalizar, o autor disse que escreveu Hannah pensando nos alunos do ensino médio dos EUA: "Queria que os rapazes ficassem desconfortáveis ao ler, e tanto o livro quanto a série tocam no fato de que Hannah nunca chega a dizer "não". Porque é isso que ouvimos, certo? Que quando uma garota diz não, ela quer dizer não. Mas a realidade é que há várias situações em que uma garota sente medo de dizer não, o que não significa que está permitido. Você precisa ser uma pessoa melhor que isso."

Na série, acompanhamos Hannah, que antes de cometer suicídio decide gravar 13 fitas cassetes para os seus porquês, as pessoas que causaram a sua morte. A primeira temporada está disponível na Netflix!

Confira a nossa crítica da primeira temporada:

Autor de "13 Reasons Why" defende cenas gráficas da série! Autor de "13 Reasons Why" defende cenas gráficas da série! Reviewed by Maurício Junio on 12:50:00 Rating: 5

Comente com o Facebook:

Tecnologia do Blogger.