Críticos e psiquiatras fazem boicote contra 13 Reasons Why, nova série da Netflix. Entenda!


Mesmo com todas as notícias informando o aumento nas ligações para o CVV - Centro de Valorização da Vida -, nem todas as pessoas estão tendo reações positivas com a nova série da Netflix, 13 Reasons Why. A série aborda temas como suicídio, bullying, LGBTfobia e alguns outros temas polêmicos, e mesmo conquistando o público, especialistas em cinema e psiquiatria estão recomendando que as pessoas não assistam a série.

Este não é um texto para fazer com que você apoie ou discorde um desses lados, é um texto para fazer você refletir sobre o assunto. Vamos lá... 

Desde o lançamento da série, segundo o CVV, a procura de ajuda aumentou 445%, com muitas pessoas citando a série como fonte de informação e de ajuda. Isto fez com que a Netflix realmente investisse em uma campanha de marketing, convidando várias influencias digitais para fazer declarações sobre bullying, na tentativa de barrar os casos de suicídios na adolescência - números que são extremamente assustadores.

E por mais que o resultado esteja sendo satisfatório de um lado da história, outros especialistas discordam completamente da visão da série e da forma que ela trata os assuntos que já comentamos. O crítico Pablo Villaça, um dos mais conhecidos entre os brasileiros, fez um desabafo em sua conta no Facebook e recomendou aos seus leitores que evitassem a série. Ele também fez uma crítica dizendo que, mesmo com um objetivo lindo, ela fracassa em todos os sentidos.

O psiquiatra Luís Fernando Tófoli escreveu um texto listando 13 motivos que fazem de 13 Reasons Why um alerta para toda a sociedade, e assim como Villaça, recomenda que as pessoas evitem a série o máximo possível. Você pode conferir o texto dele clicando aqui.

Este é um tema polêmico e que precisa de muito teor interpretativo para ser entendido de maneira saudável. Mesmo com os manifestos de pessoas que conhecem bem o tema e seus perigos quando são tratados de maneira errada no cinema ou na televisão, muitas pessoas estão se manifestando contra os dois textos, dizendo que a série vem ajudando-as a superar a depressão, o bullying sofrido na escola e os pensamentos suicidas.

A crítica de Pablo Villaça é a a segunda negativa da série no Rotten Tomatoes, que foi negativada apenas pelo The Guardian, alertando os mesmos problemas que o crítico brasileiro. Todas as outras 27 críticas são extremamente positivas e a série conta com 90% de aprovação. No Metacritic, o resultado positivo também é favorável a série, com 73 pontos.

O público também vem aprovando a série. A nota do público em geral é 4.5/5 pontos no Rotten Tomatoes e nota 9.1 no IMDb, a maior nota de uma série da Netflix no site - um dos maiores do mundo - e é a 37º maior nota de um programa de TV na história!

Na nossa crítica da série, recomendamos que as pessoas entrem em contato com o CVV caso não se sintam bem consigo mesmos e falamos muito bem do programa, que ao nosso ver, trata o tema muito bem. Confira:


E continuamos implorando para vocês! Caso vocês não estejam se sentindo bem, entre em contato com o site do CVV e converse com um voluntário. É de graça, você pode voltar lá quantas vezes quiser e não precisa se identificar!

Fica claro que este tipo de série pode desencadear várias reações, variando de pessoa para pessoa. Por isso, se você começar a série e não se sentir bem, é melhor parar por aí. Mas se a série te fez superar a depressão e os pensamentos suicidas de alguma forma, ou pelo menos ajudou, conta pra gente que vai ser bem interessante para fazermos um debate ainda melhor!

E vocês, o que acharam da série? Vocês recomendam ou reprovam?

Participe de nossa nova promoção e concorra a um exemplar de Os 13 Porquês, livro que deu origem a série! 
Críticos e psiquiatras fazem boicote contra 13 Reasons Why, nova série da Netflix. Entenda! Críticos e psiquiatras fazem boicote contra 13 Reasons Why, nova série da Netflix. Entenda! Reviewed by Maurício Junio on 09:20:00 Rating: 5

Comente com o Facebook:

Tecnologia do Blogger.