Escola proíbe falar sobre 13 Reasons Why, banda promove boicote e Netflix coloca restrição em todos os episódios!


Desde que foi lançada, a série da Netflix adaptada da obra de Jay Asher, 13 Reasons Why, vem dividindo opinião do público. De um lado, o time que acha que a série aborda muito bem os temas tratados, que incluem depressão, suicídio e estupro. Do outro lado do campo, uma série de campanhas de boicotes e instituições sobre estes temas indo contra a produção do serviço de streaming.

Ontem, a Netflix anunciou que até o fim da semana todos os episódios da série terão avisos de restrição por causa das cenas gráficas. Até mesmo os episódios que não têm as cenas receberão o aviso, para evitar que o público mais sensível não de continuidade ao programa. Os avisos estarão presentes já que o programa não recebeu classificação indicativa de +18 de nenhum órgão responsável, apenas na Nova Zelândia.

Tudo isto está acontecendo devido a boicotes planejados por instituições que lutam contra o suicídio. Mesmo com alguns números mostrando que após a série as pessoas estão buscando mais ajuda para lutar contra o doença, especialistas ainda acham que o programa pode ser prejudicial para quem está lutando contra todos esses problemas.

Além disso, escolas do Canadá mandaram alertas aos pais dos alunos para que eles possam informá-los que falar sobre a série em ambiente escolar está proibido: "O tema dessa série é o suicídio de uma adolescente no ensino médio. O show contém cenas gráficas de estupro, profanidades, álcool, drogas, cigarro e intensas cenas. Claro que você decide o que seus filhos assistem, mas quero alertar como os estudantes estão falando bastante disso. Informe aos seus filhos que a discussão de 13 Reasons Why está proibida na escola", diz o comunicado da The Edmonton School.

E até mesmo a banda Car Seat Headrest, que tem uma música na trilha sonora da série, se posicionou contra a mesma: "Como alguém que contribuiu para a trilha sonora de 13 Reasons Why, sou obrigado a dizer para vocês que é algo fud*&*. Escritores: não falem para os jovens como tornarem suas vidas sem esperanças em uma catártica missão suicida. Crianças: essa não é uma narrativa que você deve seguir. Veja Spring Breakers - Garotas Perigosas".

Os novos avisos de restrição conterão o link do site oficial da série, onde as pessoas serão direcionadas para uma página com listas de centros de ajudas contra depressão e suicídio em todos os países em que a série está sendo exibida. No Brasil, o Centro de Valorização à Vida já havia registrando um aumento nas ligações após o lançamento da série, com pessoas citando a mesma como fonte de ajuda; você pode ligar para o número 141 e não precisa se identificar.

Vocês acham que a série trata o tema bem? Comente!


Conheça o nosso canal no YouTube:

Escola proíbe falar sobre 13 Reasons Why, banda promove boicote e Netflix coloca restrição em todos os episódios! Escola proíbe falar sobre 13 Reasons Why, banda promove boicote e Netflix coloca restrição em todos os episódios! Reviewed by Maurício Junio on 14:41:00 Rating: 5

Comente com o Facebook:

Tecnologia do Blogger.