Um ano após Alice Através do Espelho, Johnny Depp pode fracassar novamente com Piratas do Caribe


Quase um ano após o lançamento de Alice Através do Espelho, o último filme que Johnny Depp foi protagonista - ele apareceu apenas dois minutos em Animais Fantásticos e Onde Habitam, então ele não entra na contagem de pontos - o ator, que está vendo sua carreira rodeada de polêmicas, pode ter mais um fracasso em sua longa lista.

Após as polêmicas envolvendo a agressão de sua ex-esposa, Amber Heard, que teve uma imagem vazada pelo site TMZ no final de semana em que Alice Através do Espelho chegou aos cinemas, o filme foi um fracasso de bilheteria. Hoje, com mais polêmicas envolvendo sua vida longe das telas, o ator está próximo de mais um fracasso de bilheteria.

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar, chega os cinemas no final do mês, e deve fazer números alarmantes para a Disney, principalmente ao levarmos em consideração o valor de produção do filme. Com um orçamento beirando os 200 milhões de dólares, o filme deve fazer, no máximo, 90 milhões nos Estados Unidos.

Como funciona a contagem de milhões? 

A Disney investe em duas partes para qualquer filme: o orçamento para produzi-lo e o valor para divulgá-lo. No caso de Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar, o estúdio investiu quase 200 milhões para produzir e o mesmo valor para divulgá-lo, que incluiu até comercial no SuperBowl, que custa cerca de 7 milhões de dólares.

Se fosse apenas isso, as chances de sucesso eram boas, mas metade do valor dos ingressos ficam com as redes de cinema. Por exemplo, se o filme custou 400 milhões de dólares para ser produzido e divulgado, ele precisa fazer 800 milhões em todo o mundo para pagar todas as suas despesas.

O fracasso de Alice Através do Espelho 

Com uma divulgação pesada, um orçamento altíssimo e a expectativa entre os fãs moderada, a esperança era que Alice Através do Espelho fizesse algo em torno de 700 milhões de dólares em todo o mundo, mas não fez nem metade disso.

Era esperado cerca de 52 milhões de dólares para a abertura do filme nos EUA, mas ele lucrou apenas 26 milhões, sendo exibido em quase 4000 salas de cinema. Mundialmente, o filme fez 299 milhões de dólares, causando um prejuízo de quase 300 milhões para a Disney. O filme foi produzido com 170 milhões de dólares e divulgado com 130 milhões.

A agressão contra Amber Heard 

Na quinta-feira, dia 26 de maio de 2016, o site TMZ soltou uma imagem da atriz e modelo Amber Heard com o olho inchado e roxo, afirmando que foi Johnny Depp que causou aquilo, ao arremessar um iPhone conta a sua ex-esposa. No mesmo final de semana, a atriz abriu queixa de agressão contra o ator, dizendo ter provas suficientes para incriminar ele.

Alguns dias depois, outra mídia vazou, desta vez um vídeo, onde ela grava escondido o ator tendo um ataque de fúria, e arremessando uma garrafa de vinho contra ela. Ao ver o celular ligado, ele pede para desligar, e assim ela faz. Segundo Amber, ele estava drogado e bêbado quando ela gravou aquele vídeo, e que aquela cena acontecia frequentemente na relação dos dois.

Os advogados de Depp tentaram por quase dois meses fazer um acordo com Amber para que ela retirasse as queixas. Ela aceitou, mas pediu 9 milhões de dólares para caridade, e o ator fez como o combinado. Após o depósito, ela retirou todas as acusações dele, e decidiu se divorciar dele.

O ponto eletrônico do ator 

Em janeiro deste ano, Johnny Depp abriu um processo contra a The Management Group, que administrou seu dinheiro por ano. As acusações foram negligência profissional, fraude e violação de contrato - culminando numa dívida de US$ 28 milhões.

Em entrevista para o The Wall Street Journal, o porta-voz da TMG disse que Johnny Depp gasta centenas de milhares de dólares com engenheiros de som para que ele tenha um ponto eletrônico falando suas falas durante as filmagens. Eles ainda afirmam que o ator tem o costume de mentir para autoridades, e relembrou o caso do cachorro da Austrália e o seu divórcio com Amber Heard.

A defesa do ator disse: "Os réus decidiram que sua única defesa é falar besteira. É assim que pessoas culpadas respondem quando são confrontadas com os resultados de uma investigação de nove meses conduzida por quatro firmas diferentes".

Se não bastasse todas as polêmicas envolvendo Johnny Depp, hackers estão pedindo um resgate para não vazar o filme na internet. Ele foi roubado na segunda-feira e até o momento nenhum trecho saiu online, mas há riscos disto acontecer.

O processo do ator contra a TMG está ativo, os hackers estão ameaçando e Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar chegando aos cinemas em 26 de maio. Estaria a sorte a favor do ator?

Vocês acham o que filme vai ser um sucesso ou um fracasso? Ou nenhum dos dois?




Confira um dos nossos vídeos e inscreva-se em nosso canal: 

Um ano após Alice Através do Espelho, Johnny Depp pode fracassar novamente com Piratas do Caribe Um ano após Alice Através do Espelho, Johnny Depp pode fracassar novamente com Piratas do Caribe Reviewed by Maurício Junio on 08:20:00 Rating: 5

Comente com o Facebook:

Tecnologia do Blogger.